terça-feira, 9 de novembro de 2010

ASSOCIAÇÃO MATA CILIAR

FONTE: Jairo Biólogo.

FONTE: Jairo Biólogo.

FONTE: Jairo Biólogo.

FONTE: Jairo Biólogo.

FONTE: Jairo Biólogo.

A Associação Mata Ciliar localizada na cidade de Jundiaí no estado de São Paulo está destinado aos cuidados de animais silvestres. Esses animais chegam até a Associação ou por meio de apreensão de animais silvestres ou por resquícios de matas localizadas dentro de cidades. Os animais passam dias, semanas, meses ou até anos na associação se recuperando para logo em seguida ser solto em algumas matas da região do estado do Paraná, podendo ser o Parque Nacional de Foz do Iguaçu, aonde os animais são mais liberados ou nas matas do estado de São Paulo. Os animais que não possuem condições para serem soltos nas matas passam o restante de suas vidas no alojamento (gaiolas ou jaulas). Esses animais são vitimas do homem, que por algum intermédio, querendo ou não querendo interferiu na natureza e a provocou algum tipo de abalo. Jairo um grande amigo e Biólogo da Associação Mata Ciliar relata que “em setembro de 2009 chegou para nós um filhote de Bugio (Aloutta fusca clamitans), ele chorava muito, pedia colo a todo o momento, teve que ser tratado durante meses com mamadeira, tudo isso aconteceu porque a sua mãe foi morta eletrocutada, em uma área aonde construíram um condomínio fechado, ou seja, uma ação antrópica... triste, mas atualmente o pequeno Bugio vive bem, recebeu até um nome, se chama Abu, mas acabou se acostumando com os humanos”. Jairo também comenta pra mim um sucesso que ocorreu para eles lá dentro da Associação Mata Ciliar, “reabrimos o CRAS, passamos a voltar a receber os animais de apreensão, os animais de Maringá é um caso a parte, pois deveriam ser destinados a um santuário e não a um CRAS”. Jairo comenta também que, “não tem como eu dizer mais ou menos quantos animais nós reabilitamos por mês, porque depende da situação de que eles chegam... estamos conseguindo bastante sucesso sim, embora muitos morram”. Também em outras conversas mais descontraídas Jairo fala que a maioria dos animais possui nomes e os animais entendem qual nome foram dados a eles, os animais que receberam o nome são aqueles que não vão voltar para a mata. Alguns animais possuem nomes bem divertidos, como tereré que é uma jaguatirica, gardenal, robocop, castanho, smeagol, idi e Abu que são os bugios. Jairo disse que “nos temos setenta felinos e todos possuem nomes, alguns deles são o Google, natalu, geléia, pig, xilazina, amora, volt guaraná e entre outros nomes divertidos”. Para quem quiser conhecer um pouco sobre a Associação Mata Ciliar, o link do site está aqui disponível (http://www.mataciliar.org.br/). Quero deixar esse pequeno texto e pedir mais preservação a todos.
Pra quem quer conhecer mais o Jairo Biólogo ou sobre o trabalho dele aqui está o link do Orkut dele (http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=2962683567481933480).



Rafael H. Marcon Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário