sexta-feira, 9 de outubro de 2009

MICO-LEÃO-PRETO (Leontopithecus chrysopygus)

FOTO TIRADA PELO INSTITUTO DE PESQUISAS ECOLÓGICAS (IPÊ)

O MICO-LEÃO-PRETO (Leontopithecus chrysopygus) é do Reino Animália, da Classe Mammalia, da Ordem Primata, da Família Cebidae e do Gênero Leontopithecus. Podemos dizer que um de seus maiores inimigos são o ser humano, a onça pintada e as aves de rapina, em especial o Gavião-pega-macaco (Spizaetus tyrannus).

O MICO-LEÃO-PRETO (Leontopithecus chrysopygus) é um primata brasileiro que é encontrado apenas no estado de São Paulo que vive em florestas secundárias e primárias. Ele é coberto quase inteiramente por uma pelagem preta, porque a parte inferior de seu corpo é diferente possuindo um marrom esverdeado. A Sua face, mão e pés não possuem pelos. Os membros superiores são maiores que os membros inferiores e a sua cauda não é preênsil, que quer dizer que ele não pode utilizar a sua cauda para se agarrar nas árvores. Todas as suas unhas são em forma de foice que serve para agarrar nas árvores, exceto o maior dedo que possui uma unha reta. O seu peso varia de 300 a 700 gramas e seu tamanho da cabeça até no final da cauda varia de 60 a 70 centímetros. Raramente vão ao chão para se alimentar, vivem mais nas copas das árvores se alimentando de insetos e frutos, mas também podem comer pequenas aves e pequenos lagartos, também comem ovos de pássaros e invertebrados. Uma coisa interessante dizer é que o Mico-leão-preto já habitou por toda a Mata Atlântica do estado de São Paulo, mas hoje em dia só encontramos em duas pequenas áreas, uma é o Parque Estadual do Morro do Diabo que se localiza na cidade de Teodoro Sampaio perto da divisa do estado do Paraná aonde passa o Rio Parapanema, aonde eu pude com uns amigos (Menq e Poneis) conhecer a um tempo a traz, mas não tive a sorte de ter visto o Mico-leão-preto por causa da chuva, e o outro local é a Reserva Caiteu que fica no centro de São Paulo.

São animais muito sociáveis e diurnos, a maior parte do tempo convive com seu grupo familiar, o grupo familiar consiste no casal reprodutor e nas suas duas últimas ninhadas. Interessante dizer é que quando os filhotes machos do casal atingem a maturidade sexual, eles abandonam o grupo e vão atraz de uma parceira para reprodução. Os animais são monógamos que quer dizer que é a relação entre dois primatas para sempre, mas pode ocorrer a poligamia que é o vínculo com mais de um primata, a fêmea pode se reproduzir com mais de um primata, isso acontece por causa do desmatamento e a falta de fêmea na região, isso faz com que os machos pensem que os filhotes são seus e acabem cuidando. Os Micos-leões-pretos maioria das vezes dão a luz a gêmeos, embora podem nascer trigêmeos ou até quadrigêmeos, a gestação é de 125 a 132 dias, geralmente parem na estação chuvosa entre os meses de setembro e março. Tanto o pai quanto a mãe cuidam dos filhotes, os filhotes nascem com pêlos e de olhos abertos, mas são completamente dependentes de seus pais. Nas três primeiras semanas os filhotes são carregados pela mãe e depois da terceira semana o pai que carrega os filhotes na maior parte do dia, só entrega a mãe a cada duas em duas horas para serem alimentados. Os filhotes são desmamados depois dos três meses, isso vai depender de cada animal, mas os filhotes não deixam o grupo, só deixam o grupo quando atingem a maturidade sexual que ocorre na idade de 16 a 24 meses.


PENSAMENTO


Este pequeno e frágil primata está ameaçado de extinção por causa de ganância da população humana, que só quer saber de mais e mais e acaba por final esquecendo que nesse mundo que vivemos não vive apenas a sociedade humana, mas sim também animais belos e lindos que por sinal deveriam ser respeitados no seu habitat natural, mas os humanos não pensam nos animais só neles próprios e acabam destruindo florestas e com ela destruindo os animais, não importa qual o tamanho do animal que seja a destruição dos humanos irão afetar até os grandes animais। E até aonde isso vai parar? E a ganância pelo dinheiro vai até aonde? E o dinheiro se come? Pensem bem antes de qualquer atitude।






video

Nenhum comentário:

Postar um comentário